São Simão deixa de ser jurisdicionado à Capitania Fluvial Tietê-Paraná e passa a integrar a Capitania Fluvial de Brasília

De acordo com uma decisão da Marinha do Brasil, desde o mês de junho 2019, São Simão, que até o ano passado integrava a área de jurisdição da Capitania Fluvial Tietê-Paraná (CFTP), situada em Barra Bonita – SP, passou a pertencer a Capitania Fluvial de Brasília (CFB).

A Capitania passou a ser responsável por atender a comunidade náutica e as ocorrências de segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e de poluição hídrica originada em embarcações de São Simão e de outros dezesseis municípios do Sul de Goiás (Davinópolis, Ouvidor, Três Ranchos, Cumari, Anhanguera, Corumbaíba, Nova Aurora, Buriti Alegre, Itumbiara, Cachoeira Dourada, Inaciolândia, Gouvelândia, Paranaiguara, Caçu, Itajá e Lagoa Santa).

O ofício comunicando sobre a alteração só chegou ao conhecimento da Prefeitura de São Simão, na manhã desta sexta-feira (24), seis meses depois de despachado. O documento ainda informa que todos os serviços de inscrição de embarcações, habilitação de amadores, pareceres sobre obras, busca e salvamento de náufragos, instauração de inquéritos sobre fatos e acidentes da navegação, fiscalização do tráfego aquaviário, qualificação de servidores públicos para condução de embarcações em serviço, entre outros, anteriormente, oferecidos pela Capitania Fluvial Tietê-Paraná, passaram a ser de responsabilidade da Capitania Fluvial de Brasília, que tem jurisdição sobre o Distrito Federal e os 246 municípios goianos.

Capitania Portos – pag 124012020

Capitania Portos – pag 224012020