Reunião entre Secretarias de Administração e de Saúde com representantes da empresa Sacyr definem procedimentos a serem adotados para a contratação de funcionários, durante a pandemia

Numa reunião entre as secretarias de Administração e de Saúde com representantes da empresa Sacyr, responsável pelas obras da Ferrovia Norte-Sul, foram definidos os procedimentos a serem adotados pela empresa para a contratação de funcionários, durante pandemia do novo Coronavírus Covid-19.

Além das secretárias Vanessa Pimenta (Administração), Liciane Regina de Oliveira Nora (Saúde), a Coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica, Michelle Santos Côrtes de Melo e o Chefe de Gabinete, João Paulo Medeiros, estiveram presentes representando o consórcio Sacyr Neopul ETC, a advogada Karoline Caetano, a gestora contratual Juliana Araújo de Souza e o encarregado administrativo Paulo Araújo de Souza.

Durante o encontro, no gabinete executivo, ficou acordado entre as partes que, a empresa deve estabelecer isolamento, pelo prazo de 7 dias, de trabalhadores recentemente admitidos e que residiam em outras unidades da Federação, os quais deverão ser submetidos a testes rápidos para Covid-19 ao final do período. O Consórcio ainda deverá, durante 14 dias, promover visitas com controle dos alojamentos, recomendações e cuidados com funcionários de outras frentes de trabalho, seguindo os protocolos das autoridades de saúde e, manter contato direto e constante com as secretaria de Administração e de Saúde do município.

A empresa também deverá, diariamente, aferir a temperatura de seus operários com termômetro infravermelho sem contato, impedindo a entrada daqueles que estejam em estado febril.

A secretária Vanessa falou da preocupação da administração municipal com relação a falta de comprometimento da população, principalmente após a flexibilização da abertura do comércio. “Percebemos uma banalização desse momento extremamente perigoso que nós vivenciamos. Muitos não estão cumprindo com aquilo que foi estabelecido no decreto. O que nós precisamos é a conscientização das pessoas, tanto dos clientes, funcionários e empresários. A segurança na proteção de todos é a primeira meta”, observou.

Ela também afirma que foram criados métodos para as empresas funcionarem. “Legitimamos o Decreto 178/2020, as medidas agora serão enérgicas e pode haver punição para quem não estiver respeitando os critérios necessários para garantir a prevenção”. A secretária finaliza pedindo a colaboração e a conscientização, porque apesar do funcionamento e renda do comércio serem importantes, neste momento o mais importante é a vida.