Caps realizou projeto “Drive-thru da Saudade”

O CAPS I Florescer, referência no tratamento em saúde mental, teve suas atividades paralisadas após orientações de autoridades sanitárias no enfrentamento da pandemia da COVID-19, doença causada pelo “novo” coronavírus, recomendando a não aglomeração, isolamento e distanciamento social. Com isso e também levando em conta a vulnerabilidade da maior parte dos usuários por possuírem comorbidades, houve a pausa nas oficinas terapêuticas que eram realizadas em grupo, tais como:

  • Horto terapia;
  • Musicoterapia;
  • Oficina autonomia e cidadania;
  • Reuniões com grupo de famílias;
  • Oficina medicalização;
  • Oficina geração de renda;
  • Oficina de pintura e artesanato;
  • Oficina de práticas corporais;
  • Oficina de alfabetização;
  • Terapia de grupo.

Neste sentido, foi pensado uma forma de minimizar a angústia, o sofrimento e a saudade, sentimentos que acometem todos os usuários e equipe multiprofissional, com o Projeto DRIVE-THRU DA SAUDADE.

A proposta é reunir os coordenadores de cada oficina para elaborar mensagens motivacionais e afetuosas escritas em cartazes e apresentadas de forma descontraída para os usuários em seus respectivos endereços, respeitando o distanciamento e cuidados necessários exigidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Para tanto, utiliza-se o veículo que transportava cotidianamente os usuários para as atividades desenvolvidas no Caps, customizado com recursos audiovisuais (balões e caixa de som).

O resultado pode ser observado nos registros fotográficos: os usuários receberam a equipe do Caps com o mesmo amor de sempre

Segundo a psicóloga Ana Flávia Mororó, Coordenadora do CAPS Florescer, o objetivo do projeto foi alcançado.

“Por alguns minutos tivemos a oportunidade de estar perto mesmo longe, acolher demandas de afeto e saudade e ao mesmo tempo motivá-los sobre a importância do cuidado a saúde mental em casa. A Equipe agradece por fazer parte de um serviço que funciona e que nos revigora como seres humanos, onde se vive todos os dias amor, paciência, resiliência, integração, liberdade, igualdade, coragem, segurança, empatia e respeito. São os valores que nos move para continuar lutando pela SAÚDE MENTAL”, declarou.