Acidente de trânsito envolvendo “vítimas fatais” chama a atenção para o Maio Amarelo

Um acidente de trânsito envolvendo dois veículos de passeio teve como resultado 7 vítimas fatais, sendo que algumas não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Tudo isso seria uma grande tragédia no trânsito de São Simão se não fosse um simulado de atendimento a múltiplas vítimas.

As “vítimas” foram protagonizadas por “atores e atrizes” (professores e monitores) do Centro Cultural Iara de Almeida, que utilizaram maquiagem feita pelos professores Wemerson Brito e Leonardo Luiz, para ilustrar as escoriações.

Toda a ação educativa, que envolveu cerca de 30 pessoas, foi desenvolvida pela Superintendência Municipal de Segurança Pública, Departamento Municipal de Trânsito (Demetran) e, com o apoio e participação da Polícia Militar e dos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel (SAMU).

A simulação do grave acidente despertou a atenção de quem passava pelo cruzamento entre as Avenidas Rio de Janeiro e Brasil, no centro da cidade.

A dona de casa Maria Aparecida da Silva, de 42 anos, passava próximo ao local quando presenciou a cena e achou que se tratava de um acidente real. “À primeira vista acreditei que era real. Depois que percebi ser uma encenação e fiquei aliviada. Realmente é uma maneira mais direta de chamar a atenção para os acidentes”, comentou.

Durante o simulado de acidente com vítima presa em ferragens, o público presente pode presenciar a realização dos procedimentos protocolares de atendimento pré-hospitalar, que também possibilitam, tanto o entrosamento e organização entre os diferentes órgãos envolvidos, bem como a avaliação da capacidade de resposta das equipes de socorro diante de um cenário crítico com vítimas graves.

A ação faz parte das programações da campanha Maio Amarelo 2017 e tem como lema “A minha escolha faz a diferença”. De acordo com o Superintendente de Segurança Pública do município, Danilo Gonçalves de Melo, o objetivo foi chamar a atenção da população para o alto índice de acidentes.

“A simulação pretende conscientizar e sensibilizar os motoristas sobre os perigos no trânsito. Nosso objetivo é diminuir os índices de acidentes e sensibilizar em relação aos perigos”, afirma Danilo.

Segundo o prefeito Ibinho, ações educativas são de extrema importância para a conscientização e mudança de atitude no trânsito.

“O objetivo da ação é conscientizar a população, de forma impactante para refletir sobre seu comportamento no trânsito e Maio Amarelo tem por finalidade salvar vidas e evitar que os acidentes ocorram na realidade”, afirmou.

A vereadora Ana Maria Lemes, que é Enfermeira do Samu, destacou que a simulação auxilia no entrosamento daqueles que realizam atendimentos deste tipo de ocorrência, bem como a familiarização e a agilidade do trabalho e, na cooperação entre os entes de outros órgãos envolvidos na ocorrência.

“É importante treinar as equipes e prepará-las para situações reais. O que presenciamos aqui hoje foi uma simulação, mas infelizmente os acidentes são frequentes e na maioria dos casos ocorrem por imprudência que podem tirar a vida”, disse.

Acompanhou a encenação o prefeito Ibinho, a gerente local da Caixa Econômica Federal, Lucimeire Bernardes Carrijo, a Diretora do Hospital Municipal, Léia Cristina, o Superintendente do Centro Cultural Iara de Almeida, Maestro Paulo Gonçalves, os secretários Wilson Pimenta (Administração), José Ângelo Goulart (Infraestrutura), Lourival Gomes Jardim (Transportes), Danilla Gonçalves (Turismo e Meio Ambiente), José Fernandes Faria (Saúde) e Divino Nogueira (Educação).

 

Maio Amarelo – É um movimento internacional em prol da segurança viária, que atua para salvar vidas nas vias e rodovias de todo o planeta. O Maio Amarelo surgiu em Indaiatuba, sendo lançado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária – que tem a sua coordenação, mas trata-se de uma ação multissetorial, envolvendo todos os segmentos sociais para conscientizar a sociedade a assumir comportamentos mais seguros no trânsito e mudar o cenário de violência, que mata e sequela milhões em todo o mundo.

A proposta é colocar em pauta, de forma permanente, o tema trânsito para toda a sociedade, destacando que o trânsito deve ser seguro, em todas as situações para todos; incentivando a participação da população, empresas, governos e entidades, no trabalho de conscientização e prevenção de acidentes.